No dia 14 de Setembro DE 2016 ÁS 20HS no TEATRO BARRADAS, situado na Rua Jerônimo Pimentel esquina com a D. Romualdo de Seixas ao lado da ETDUFPA.
A Academia Paraense de Mestre-Sala, Porta-Bandeira e Porta-Estandarte comemora no próximo dia 16 de setembro cinco anos de atividades no carnaval paraense. O Projeto de Extensão da Escola de Teatro e Dança da UFPA é pioneiro em Belém do Pará na formação de novos casais de mestre-sala, porta-bandeira e porta-estandarte e é um Núcleo Oficial de manutenção, qualificação e formação das danças nobres do carnaval vinculado a Escola de Mestre-Sala, Porta-Bandeira e Porta-Estandarte do Rio de Janeiro fundada por Mestre Manoel Dionísio que há 26 anos atua no cenário do carnaval brasileiro.
Para celebrar a data a Academia encenará o espetáculo A DANÇA BRASILEIRA RISCADA NO CHÃO com casais de mestre-sala e porta-bandeira, porta-estandartes e destaques do carnaval de 2016, embalados pela bateria de Escola de Samba Xodó da Negra, além da participação especial dos cantores das escolas de samba de Belém. O espetáculo terá apresentação única no dia 14 de setembro ás 20 horas no Teatro Cláudio Barradas, situado na Rua Jerônimo Pimentel esquina com a D. Romualdo de Seixas ao lado da ETDUFPA.
O Espetáculo A DANÇA BRASILEIRA RISCADA NO CHÃO é dedicado ao Mestre Manoel Dionísio que celebrou 80 anos em 2016 e é um dos responsáveis pela criação da Academia, quando esteve em Belém para a sua fundação, ministrando aulas e qualificando os instrutores dos projeto, além de sua permanente consultoria para as atividades da Academia. Nesses cinco anos de atuação a Academia mantém importante parceria com as escolas de samba de Belém, Mosqueiro e Icoaraci e já produziu dois espetáculos com seus alunos, instrutores e artistas convidados. Em 2014 “LOUVAÇÃO AO PORTA-ESTANDARTE” e em 2016 “RITO CÊNICO CARNAVALESCO”. Além do trabalho pioneiro fundado em Belém por meio da extensão universitária, a Academia originou duas importantes pesquisas de mestrado realizadas no PPGARTES - UFPA, a pesquisadora Ariane Pimentel realizou pesquisa sobre a dança dos casais de mestre-sala e porta-bandeira, intitulada: “Defendendo o pavilhão: a dança autoral dos casais de mestre-sala e porta-bandeira das escolas de samba de Belém do Pará”, sob orientação da professora-doutora Ana Flávia Mendes Sapucahy e co-orientação do professor-doutor Miguel Santa Brígida. O pesquisador Feliciano Marques realizou a pesquisa sobre a corporeidade do porta estandarte, intitulada “A dança do porta-estandarte: corporeidade e construção técnica na cena carnavalesca de Belém”, sob a coordenação da Drª Ana Flávia Mendes Sapucahy, ambas pesquisas tiveram como campo de estudo a Academia.
A Academia é coordenada pelo artista-pesquisador-extensionista Prof. Dr. Miguel Santa Brigida que desenvolveu em 2010 pesquisa de pós-doutorado na UNIRIO sobre a dança do mestre-sala e da porta-bandeira do carnaval carioca e tem como colaboradores os professores Drª Ana Flávia Mendes Sapucahy, Msc. Arianne Pimentel, Msc. Marluce Oliveira e Cláudio Didimano e como Bolsista de Extensão Darciana Martins. O quadro de Instrutores da Academia é composto por Ana Flávia Brito, Bené Brito, Nadja Graciosidade, Arianne Pimentel, Ana Flávia Mendes Sapucahy, Feliciano Marques e Douglas Salgado.
O Teatro Universitário Cláudio Barradas fica localizado na Rua Jerônimo Pimentel, 546, esquina com a D. Romualdo de Seixas, no Bairro do Umarizal, em Belém.
Curtir
Comentar

Comentários